Auxílio Brasil: Quem poderá deixar de receber o benefício?

O Auxílio Brasil é o novo programa que veio para substituir o Bolsa Família. Porém o benefício possui diretrizes e para recebê-lo é necessário estar dentro de classificações como no Bolsa Família.

[caption id="attachment_177825" align="alignleft" width="840"]Auxílio Brasil: Quem poderá deixar de receber o benefício? Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil[/caption]

Quem irá receber o auxílio?

Os critérios de seleção são praticamente os mesmos usados pelo Bolsa Família.

Receberão o auxílio famílias em situação de pobreza e extrema pobreza. Porém, na última situação só serão incluídas as famílias que tenham em sua composição gestantes ou pessoas menores de 21 anos.

Na pobreza extrema, a família precisa ter renda mensal de R$ 89 por pessoa. Já na classificação de pobreza, a renda mensal deve ficar entre RS$ 89,01 e R$ 200 por pessoa.

Mas é importante lembrar que é necessário estar cadastrado no CadÚnico e estar com os dados atualizados. Para quem já fez a atualização do CadÚnico há menos de dois anos, não precisará fazer uma nova atualização.

No mês de Novembro o pagamento será destinado aos inscritos do Bolsa Família que migraram automaticamente para o Auxílio Brasil.

Confira o calendário com base no último dígito do Número de Identificação Social (NIS):

  • NIS 1: Recebe dia 17 de novembro;
  • NIS 2: Recebe dia 18 de novembro;
  • NIS 3: Recebe dia 19 de novembro;
  • NIS 4: Recebe dia 22 de novembro;
  • NIS 5: Recebe dia 23 de novembro;
  • NIS 6: Recebe dia 24 de novembro;
  • NIS 7: Recebe dia 25 de novembro;
  • NIS 8: Recebe dia 26 de novembro;
  • NIS 9: Recebe dia 29 de novembro;
  • NIS 0: Recebe dia 30 de novembro.

Quem poderá deixar de receber o auxílio?

Se uma família ultrapassar o valor de R$ 200 por pessoa em renda mensal, deverá deixar de ganhar o benefício.

Mas se caso a família perder a renda o beneficiário pode voltar a receber se for novamente classificado nas definições de pobreza e extrema pobreza.

Fonte: Jornal Contábil .